Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:
  • Ilhas do grupo Ocidental em alerta amarelo referente a precipitação e trovoada (SRPCBA/IPMA)



 

Vulcões Activos

 
 

 geologia dos açores

 

 Vulcão do Pico

Sumário


O Vulcão do Pico ocupa a metade ocidental da ilha do Pico e corresponde a um vulcão poligenético com caldeira, no interior da qual se edificou um cone lávico denominado Piquinho. A morfologia actual deste edifício vulcânico resulta do somatório de inúmeras erupções dos tipos havaiano e estromboliano, predominantemente efusivas, centradas no topo ou ao longo de fissuras, principalmente nos flancos oeste e leste. Como principais produtos vulcânicos basálticos consideram-se os cones de escórias e de spatter e as escoadas lávicas, de morfologia pahohoe.
 
Com uma história eruptiva desenvolvida ao longo de cerca de 270.000 anos, foram identificadas neste sistema vulcânico cerca de 22 erupções nos últimos 1.500 anos, sendo a mais recente a erupção histórica ocorrida no ano de 1718 e que deu origem aos mistérios de Santa Luzia e de S. João.
 
As principais emanações gasosas neste edifício vulcânico localizam-se no seu topo, mais propriamente na base e no interior da cratera do Piquinho. Correspondem a emissões de vapor por vezes observáveis a alguma distância.​

Bibliografia Recomendada


MADEIRA, J. (1998) – Estudos de neotectónica nas ilhas do Faial, Pico e S. Jorge: uma contribuição para o conhecimento geodinâmico da junção tripla dos Açores. Tese de Doutoramento no ramo de Geologia, especialidade em Geodinâmica Interna. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, 428 p.
 
NUNES, J. C. (1999) – A actividade vulcânica na ilha do Pico do Plistocénio Superior ao Holocénio: Mecanismo eruptivo e hazard vulcânico. Tese de doutoramento no ramo de Geologia, especialidade de Vulcanologia, Universidade dos Açores, 357 p.​