Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Europeus

 

VOLRISKMAC
Fortalecimiento de las capacidades de I+D+i para la monitorización de la actividad volcánica en la Macaronesia

Coordenador Científico


Pedro Hernández Pérez (INVOLCAN)

Investigador Responsável/IVAR


Resumo


​O projeto VOLRISKMAC tem como objetivo principal o reforço da capacidade de monitorização da atividade vulcânica, com a finalidade de melhorar o sistema de alerta precoce para erupções vulcânicas e crises sismovulcânicas, assim como a gestão de crises vulcânicas na Macaronésia.
 
Atualmente, o risco vulcânico na Macaronésia é maior do que há 50 anos atrás, devido a um maior desenvolvimento populacional e sócio-económico numa região exposta aos diversos perigos associados ao fenómeno vulcânico. Dado que este desenvolvimento continuará durante os próximos anos, o risco vulcânico na região será maior em 2050 do que nos dias que correm. Assim, torna-se crucial reforçar todos os meios capazes de contribuir para a redução do risco vulcânico na região, especialmente quando este é o principal risco natural diferenciador do resto de Espanha e Portugal Continental.
 
Como marco deste projeto, serão aplicadas as recomendações para a redução do risco vulcânico estabelecidas pela comunidade científica e política internacional, através da IAVCEI e da UNESCO, respetivamente. A vigilância e a gestão da emergência vulcânica são as ações mais eficazes para contribuir para a redução do risco vulcânico em zonas densamente povoadas, como é o caso da Macaronésia.
 
O âmbito geográfico de intervenção deste projeto serão os arquipélagos da Macaronésia: Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde. No arquipélago das Canárias, as atividades serão realizadas em Tenerife, La Palma, Lanzarote e El Hierro. Em Cabo Verde, estas atividades centrar-se-ão principalmente na ilha do Fogo. Nos Açores serão desenvolvidas na ilha de São Miguel.
​​

Outros Investigadores


​Nemesio Pérez (Agencia Insular de Energía de Tenerife), Gladys Rodríguez (ITER), Paulo Freitas (IP-RAM), Duarte Barreto (IP-RAM), Sónia Victória (Universidade de Cabo Verde), Sonia Calvari (INGV)

Outras Instituições


​Instituto Volcanologico de Canarias (INVOLCAN), Instituto Tecnológico y de Energías Renovables (ITER), Agencia Insular de Energía de Tenerife, Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IP-RAM), Universidade de Cabo Verde, Instituto Nacional de Geofísica y VolcanologÍa (INGV)

Ficha de Projeto


​​VOLRISKMAC
Fortalecimiento de las capacidades de I+D+i para la monitorización de la actividad volcánica en la Macaronesia
Referência: MAC/3.5b/124
Financiamento: UE
Programa: MAC 2014-2020
Sub-programa: Eixo 3 - Promover a adaptação às alterações climáticas e prevenção e gestão de riscos
Duração: 2017-2019 (36 meses; 01/01/2017 - 31/12/2019)
Prorrogação: 31 de dezembro de 2021
Total: 127.872,90€ (IVAR) / 302.599,41€ (CIVISA)

Data de Início

01-01-2017
Data de Encerramento

31-12-2021

Anexos


Unidades Científicas Operacionais