Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Resumo


 

As zonas sismogénicas mais activas dos últimos anos na região do Faial situam-se a oeste da ilha, no canal Faial-Pico e a NE da Ribeirinha. Adicionalmente, tem-se observado alguma actividade associada ao Graben de Pedro Miguel, ao Vulcão Caldeira do Faial e ao alinhamento do Capelo.
 
O evento mais forte dos últimos 30 anos registou-se a 9 de Julho de 1998 e teve epicentro a cerca de 5 km a NE da Ribeirinha, tendo atingido magnitude 5.8 e sido sentido no Faial com intensidade máxima de VIII (EMM).
 

 


 

Bibliografia Recomendada


CIVISA (2009) - Base de dados do Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores. Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos da Universidade dos Açores.

SENOS, M.L., GASPAR, J.L., CRUZ, J., FERREIRA, T., NUNES, J.C., PACHECO, J., ALVES, P., QUEIROZ, G., DESSAI, P., COUTINHO, R., VALES, D. e CARRILHO, F. (1998) – O terramoto do Faial de 9 de Julho de 1998. Proceedings do “1º Simpósio de Meterologia e Geofísica da AMPG”, pp. 61-68.

 

SENOS, M. L., ALVES, D.V., CRUZ, J., SILVA, M. e CARRILHO, F. (2008) – O Sismo de 9 de Julho de 1998 nos Açores e a crise sísmica associada – dez anos depois. In SOUSA OLIVEIRA, C., COSTA, A., NUNES, J.C., (Eds). Sismo 1998 – Açores. Uma década depois. Sersilito, Maia, pp. 73-87.