Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Mundo ► Fenómenos Naturais

Chamas azuis em locais afetados pela lava (Foto: USGS)
24-05-2018 12:20
Havai
Chamas azuis na erupção do Kilauea

​A erupção fissural em Leilani Estates e em Lanipuna Gardens, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua, assim como a formação de fendas no solo. O comunicado mais recente do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) informa que a atividade eruptiva na Zona do Rift Este continua com maior intensidade na parte central do sistema fissural. As fontes de lava da fissura 22 continuam a alimentar uma escoada lávica que continua a chegar à costa, imeadiatamente a norte de MacKenzie State Park. As fissuras 5, 6, 13 e 19 alimentam também uma escoada lávica que avança para sul, ao longo do lado oeste do fluxo de lava da fissura 22, e que também atingiu o mar no final da tarde do dia 23 de maio (tempo do Havai). Assim, existem agora dois pontos de entrada no mar, que produzem pequenas explosões ocasionais. A emissão de gases vulcânicos continua em níveis muito elevados.

 

O HVO/USGS informa que podem ocorrer novos episódios de emissão de lava a partir da abertura de novas fissuras, ou da reativação das já existentes. O magma continua a abastecer a zona inferior do Rift Este. A atividade sísmica continua em níveis elevados.

 

No que respeita a atividade vulcânica no topo do Kilauea, durante o dia 23 de maio ocorreram frequentes emissões de cinzas, mas de menor intensidade, na cratera de Overlook, que divergiram para sudoeste devido aos ventos alísios. Uma pequena explosão, às 18:44 do dia 23 (tempo do Havai), produziu uma pluma eruptiva que, segundo o radar do National Weather Service, atingiu pouco mais de 2 km de altitude. Esta pluma continha pouca quantidade de cinzas, pelo que rapidamente se dispersou.

 

O HVO/USGS informa que é provável que ocorram novos eventos explosivos com produção de cinzas que poderão cair em locais localizados a favor do vento. A atividade sísmica no topo do Kilauea, assim como a tendência deflacionária, continuam. O HVO/USGS explica que a sismicidade e as explosões com formação de cinzas ocorrem devido à subsidência verificada no topo do vulcão e à adaptação do sistema à medida que o magma é retirado. A emissão de gases vulcânicos continua em níveis elevados.

 

Entretanto, algumas imagens e vídeos publicados pelo HVO/USGS, em que é possível observar chamas de cor azul em alguns locais afetados pelas lavas, têm suscitado alguma curiosidade por parte dos media. Estas chamas azuis devem-se à ignição de metano. Quando a lava cobre plantas e arbustos, o gás metano é produzido como subproduto da combustão da vegetação. O gás metano pode infiltrar-se em espaços subsuperficiais e explodir quando aquecido, ou, no caso da erupção do Havai, emergir de fendas no solo a vários metros de distância da lava.

 

 

 

Veja o vídeo disponiblizado pelo site do HVO/USGS.

 

Obter o Microsoft SilverlightChamas azuis na erupção do Kilauea

 

 



Fontes


HVO/USGS
CNN

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


quinta-feira, 30 de Maio de 2019
​As comunidades localizadas nas proximidades do Parque Nacional dos Vulcões do Havai perderam até 94 milhões de dólares americanos em benefício económico no ano passado (2018) em comparação com o ano anterior (2017) devido à erupção do vulcão Kilauea.   De acordo com o divulgado pelo Honolulu Star Advertiser, em 2018 o parque da Ilha Grande do Havai teve 1,1 milhão de visitantes que gastaram 94,1 milhões de dólares americanos ...
terça-feira, 7 de Maio de 2019
​Embora a erupção do vulcão Kilauea, no Havai, possa ter terminado oficialmente há alguns meses atrás, não significa que o vulcão esteja livre de perigos. Após a erupção de 2018, o magma que existia no interior da caldeira existente no topo do Kilauea foi drenado lateralmente durante meses, alimentando as erupções nos flancos do vulcão, pelo que a caldeira ainda permanece instável e constitui um perigo para quem se aproxima m...
segunda-feira, 13 de Agosto de 2018
​A atividade na Zona do Rift Este do vulcão Kilauea continua calma. De acordo com o comunicado mais recente do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United States Geological Survey (USGS), verifica-se a emissão de uma pluma de gás a partir da fissura 8, mas a lava "vermelha" visível no campo de fluxo é a que avança para o oceano entre a Baía de Kapoho e a costa da área de Ahalanui. A areia preta e fresca, criada a parti...
quarta-feira, 8 de Agosto de 2018
Após mais de três meses, a erupção vulcânica na Ilha Grande do Havai, no vulcão Kilauea, parece estar a abrandar. De acordo com os comunicados mais recentes do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United States Geological Survey (USGS), a emissão de lava bem como a atividade da fissura 8 diminuíram muito nos últimos dias. A lava que outrora fluía como se de um rio tratasse e chegava à costa, começou a arrefecer e a for...
sexta-feira, 3 de Agosto de 2018
Três meses passados e a erupção fissural na zona do Rift Este do vulcão Kilauea continua. De acordo com o United States Geological Survey (USGS), a erupção já cobriu mais de 33 quilómetros quadrados da ilha, tendo as escoadas lávicas criado mais de 323 hectares de terra nova.   A fissura 8 continua a emitir lava que está a ser canalizada para nordeste do centro eruptivo e está a entrar no oceano ao longo de uma ampla frente de...
terça-feira, 17 de Julho de 2018
​A erupção fissural em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua sem registar grandes alterações. A fissura 8 continua ativa e a emitir uma fonte de lava que continua a entrar no oceano em vários pontos em Kapoho. Apesar do canal pela qual segue se encontrar cheio, não há registo de transbordos significativos desde ontem. Verificou-se que a lava que continua a fluir em direção ao mar criou uma p...
segunda-feira, 25 de Junho de 2018
O vulcão Kilauea continua em erupção, verificando-se colapsos ocasionais da base da caldeira do vulcão que, por vezes, são acompanhados da emissão de pequenas quantidades de cinzas. O episódio mais recente ocorreu ontem, cerca das 16:12 (tempo do Havai).   O Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United States Geological Survey (USGS) reduziu o nível de alerta para a aviação de vermelho para laranja, informando que desde...
sexta-feira, 15 de Junho de 2018
A erupção fissural em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua, sem registar grandes alterações.   De acordo com os últimos comunicados do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United States Geological Survey (USGS), nos últimos dias a atividade eruptiva tem-se centrado na fissura 8 que continua a emitir fontes de lava que ontem atingiram cerca de 61 metros de altura. Como resultado, formou-se u...
quinta-feira, 7 de Junho de 2018
A erupção fissural em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua. O comunicado mais recente do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United States Geological Survey (USGS) informa que a atividade na fissura 8, a única ativa de momento, continua, com fontes de lava que atingem 39-64 metros de altura e que alimentam um fluxo de lava que avança para leste em direção à área da Baía de Kapoho, onde ent...
sexta-feira, 1 de Junho de 2018
Continua há quatro semanas, e sem fim à vista, a erupção fissural em Leilani Estates e em Lanipuna, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea.   Segundo o comunicado do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO), a fissura 8, a mais ativa neste momento, continua a produzir fontes de lava persistentes, que atingem alturas da ordem dos 100 metros, enquanto um cone de spatter, com já aproximadamente 30 metros, se forma na direção do ...
sexta-feira, 25 de Maio de 2018
O vulcão Kilauea está em erupção há mais de três semanas (teve início no dia 3 de maio). Desde então, e até ao momento, formaram-se 23 fissuras eruptivas na zona do Rift Este, cuja lava emitida já destruiu muitos terrenos e 50 habitações. Cerca de 2000 pessoas tiveram de ser retiradas do extremo sudeste da Ilha Grande do Havai, com os habitantes de Leilani Estates e Lanipuna Gardens a serem os mais afetados. As autoridades ins...
quarta-feira, 23 de Maio de 2018
​A erupção fissural em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua, assim como a formação de fendas no solo. Segundo o comunicado do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) emitido no final do dia 22 de maio (tempo do Havai), informa que a atividade eruptiva na Zona do Rift Este concentra-se agora na parte central do sistema fissural, com as fissuras 22, 19, 6, ...
terça-feira, 22 de Maio de 2018
​A erupção fissural em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua. O comunicado mais recente do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) informa que a fissura 22 está ativa e a emitir fontes de lava, numa extensão não muito grande, mas que alimentam uma escoada lávica canalizada que atinge a costa imediatamente a norte do Parque Estatal MacKenzie. Entretanto, a ...
domingo, 20 de Maio de 2018
A atividade vulcânica em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua, assim como a formação de fendas no solo. Segundo o comunicado do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS), no dia 18 de maio, e continuando pela noite do dia 19 (tempo local do Havai), a taxa de efusão de lava aumentou. A fissura 17 continua em atividade com fontes lávicas e a atividade das fis...
sexta-feira, 18 de Maio de 2018
A erupção vulcânica no Kilauea continua. Na madrugada do dia 17 de maio, por volta das 04:00 (hora local), ocorreu uma explosão ou uma série de explosões no centro eruptivo de Overlook, situado no interior da cratera Halemaumau do vulcão Kilauea, que produziu(ram) uma nuvem de cinzas que atingiu mais de 9 km de altitude, valor estimado através de informação de radar. A nuvem eruptiva divergiu para nordeste, tendo vestígios de ...
quinta-feira, 17 de Maio de 2018
Ontem, dia 16 de maio, verificou-se um decréscimo na emissão de cinzas do centro eruptivo de Overlook, situado no interior da cratera Halemaumau do vulcão Kilauea. No entanto, embora variando de intensidade, a pluma eruptiva contém, por vezes, quantidade de cinzas suficiente para adquirir uma cor cinzenta. A altura da pluma eruptiva tem variado consoante os pulsos na emissão de cinzas, mas ontem atingiu cerca de 1-1,2 km de al...
quarta-feira, 16 de Maio de 2018
Ontem de manhã, dia 15 de maio, a emissão de cinzas do centro eruptivo de Overlook, situado no interior da cratera Halemaumau do vulcão Kilauea, intensificou-se, levando o Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) a emitir alerta vermelho para a aviação. As cinzas têm sido emitidas de forma contínua e deslocam-se a favor do vento para sudoeste.   Foi reportada a queda de cinzas e a exi...
terça-feira, 15 de Maio de 2018
A erupção vulcânica de Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua com a emissão de lava em vários pontos localizados na zona terminal nordeste do sistema fissural ativo.   O mais recente comunicado emitido pelo Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) informa que ontem de manhã, dia 14 de maio, a atividade foi dominada por fontes de lava, com explosões a emitir ...
segunda-feira, 14 de Maio de 2018
A atividade vulcânica intermitente em Leilani Estates continua elevada. Após uma pausa de 3 dias na emissão de lava em qualquer uma das 15 fissuras até então formadas, no dia 12 de maio, cerca das 06:45 (hora local), formou-se uma nova fissura (16) a pouco mais de 1,5 quilómetros a nordeste da fissura 15. Nesta nova fissura, verificou-se a emissão ligeira de spatter e mais tarde desenvolveu-se uma escoada lávica que percorreu ...
sexta-feira, 11 de Maio de 2018
A atividade relacionada com a erupção intermitente de Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua elevada. Embora ontem não se tenha verificado a emissão de lava em nenhuma das 15 fissuras formadas até ao momento, a atividade sísmica, a deformação do solo e as emissões de dióxido de enxofre permanecem em níveis elevados, indicando que podem ocorrer novos episódios de emissão de lava.   No comunicado de on...
quinta-feira, 10 de Maio de 2018
A erupção vulcânica em Leilani Estates, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea, continua. Nos últimos dois dias, a atividade tem-se centrado na parte nordeste da área fissural. Em comunicado, o Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS) informa que se mantém a tendência deflacionária no topo do vulcão e que o nível do lago de lava continua a descer, estando atualmente a 295 metros abaix...
terça-feira, 8 de Maio de 2018
A erupção vulcânica na zona do Rift Este do vulcão Kilauea continua. Segundo o comunicado do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS), formaram-se duas novas fissuras, uma numa parte arborizada de Leilani Estates e outra no meio de duas fissuras mais antigas.   As fendas da autoestrada 130 que se formaram nos primeiros dias da erupção abriram mais um pouco, passando de 7 a 8 centímet...
sábado, 5 de Maio de 2018
Um dia após o vulcão Kilauea ter entrado em erupção, o arquipélago do Havai foi abalado por vários sismos na noite desta sexta-feira e madrugada de sábado. O sismo mais forte teve magnitude 6,9 e localizou-se a 16 km a SW de Leilani Estates, e a uma profundidade de 5 km. Até ao momento não há registo de danos ou feridos.   O vulcão Kilauea, localizado na Ilha Grande do Havai, entrou em erupção na passada quinta-feira, dia 3 de...
sexta-feira, 4 de Maio de 2018
​Teve início ontem, dia 3 de maio, a erupção vulcânica na zona de Rift Este do vulcão Kilauea. A erupção situou-se no extremo leste da subdivisão de Leilani Estates, localizada na zona inferior da zona de Rift Este, e iniciou-se pouco antes das cinco horas.    A erupção caracterizou-se pela abertura de uma nova fissura, da qual se observou a emissão contínua de lava, que levou as autoridades a retirar cerca de 10 mil habitante...
quarta-feira, 2 de Maio de 2018
​O Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) do United-States Geological Survey (USGS), tem vindo a registar desde a tarde de segunda-feira, dia 30 de abril, um aumento da sismicidade e deformação na zona de Rift Este do vulcão Kilauea, a Este da cratera Pu'u 'Ō'ō. Esta atividade está associada à intrusão de magma a leste do sistema de Pu'u 'Ō'ō.    De acordo com um comunicado do HVO, desde a manhã de ontem que as taxas de sis...
terça-feira, 11 de Novembro de 2014
Segundo a Protecção Civil do Havai, a escoada lávica que tem sido emitida pela cratera Pu'u O'o do Vulcão Kilauea atingiu ontem a primeira casa da vila havaiana de Pahoa. De acordo com as informações prestadas por um dos representantes, Darryl Oliveira, uma parte da escoada subdividiu-se e avançou cerca de 14 metros numa hora atingindo a habitação que já se encontrava desocupada desde Agosto, quando surgiram os primeiros aviso...
sexta-feira, 5 de Setembro de 2014
O Observatório Vulcanológico Havaiano (HVO) emitiu um alerta para a comunidade rural de Kaohe Homesteads, Ilha Grande do Havai, que se encontra localizada no caminho de uma escoada lávica que tem estado a ser emitida por uma cratera localizada a nordeste da cratera Pu'u O'o, vulcão Kilauea. De acordo com os cientistas do observatório, a escoada lávica 27 de Junho, assim designada devido ao facto de se ter iniciado naquele dia,...
quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014
​Cientistas da Rosenstiel School of Marine & Atmospheric Science, Universidade de Miami, publicaram recentemente, na revista Geology, um estudo que revela a presença de uma câmara magmática de grandes dimensões sob um dos vulcões mais activos do mundo, o Kilauea (Hawaii). O estudo, assente em dados sísmicos, permitiu ter acesso à estrutura interna do sistema vulcânico e  determinar a dimensão, a profundidade e a composição...
quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012
​O Observatório Vulcanológico do Havai (HVO) tem vindo a registar desde esta quarta-feira, 22 de Fevereiro, um elevado número de eventos sísmicos localizados a cerca de 5 km a NW da caldeira do vulcão Kilauea, na ilha Grande do Havai. Este enxame sísmico já conta com mais de 60 eventos, 14 dos quais com magnitudes superiores a 2. O sismo com maior magnitude ocorreu às 6:55 hora local, atingindo 3.2 na escala de Richter. Alguns...
segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012
​De acordo com o USGS, um sismo de magnitude 4.7 na escala de Richter atingiu a ilha Grande do Hawaii no dia 23 de Janeiro, pelas 16:30h (hora local; 02:36h UTC). O evento teve epicentro no vulcão Kilauea, sem provocar vítimas nem danos materiais. Após o sismo, a ilha Grande do Hawaii foi afectada por cerca de 20 réplicas sendo que a maior, com magnitude 3.1 na escala de Richter, ocorreu cerca de 10 minutos após o sismo princi...