Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Mundo ► Fenómenos Naturais

Danos nas vias rodoviárias causados pelo sismo de magnitude 7,8. Foto: Reuters: Anthony Phelps)
14-11-2016 12:15
Nova Zelândia
Sismo de magnitude 7,8 na Nova Zelândia leva a emitir alerta de tsunami

​Pelo menos duas pessoas morreram na sequência de um sismo de magnitude 7,8 que atingiu no domingo a Nova Zelândia. De acordo com o United States Geological Survey (USGS), o sismo ocorreu às 00:02 hora local do dia 14 (11:02 hora UTC do dia 13), localizou-se a cerca de 93,5 km a NNE de Christchurch, 77,7 km a NNE de Kaiapoi e a 53,5 km a NNE de Amberley, todas na Nova Zelândia, a cerca de 23 km de profundidade.

 
De acordo com o USGS foram registados mais três sismos com magnitudes 6,5 (dois) e 6,2 e registadas cerca de 50 réplicas, todas com magnitude superior a 4,5.

 
Até ao momento há registo de dois mortos e vários feridos, não havendo razões para o primeiro-ministro John Key acreditar que esse número aumente. Existem regiões que ficaram isoladas devido a pequenos movimentos de vertente que interromperam algumas estradas, bem como com as comunicações cortadas. As equipas de resposta à emergência enviaram helicópteros para essas regiões de modo a confirmar a existência de mortos ou feridos e danos em edifícios. Os danos foram significativos, tendo muitas estradas e vias ferroviários ficado também inacessíveis devido ao colapso parcial ou desnível das mesmas e muitos edifícios danificados. 

 
As zonas costeiras da cidade de Dunedin e do distrito de Clutha foram evacuadas e milhares de pessoas deixaram as suas casas ao longo da costa Este e dirigiram-se para zonas mais elevadas.

 
Embora o Pacific Tsunami Warning Centre considerar não haver perigo da formação de um tsunami, a Proteção Civil Neo-zelandesa emitiu um alerta de tsunami para toda a costa Este da ilha, para que a população procurasse zonas altas e afastadas da costa. O alerta começou por ser só para a ilha Sul, no entanto foi alargado para todo o país. A Proteção Civil informou a possibilidade de formação de ondas de 3 a 5 metros na zona costeira perto do epicentro (entre Blenheim até à Península de Banks, incluindo as Ilhas Chatham) e ondas entre 1 a 3 metros para a restante costa Este. Segundo o Ministério da Defesa Civil e Gestão de Desastres do país, a primeira onda de tsunami chegou à costa nordeste da ilha do Sul, no entanto o alerta de tsunami mantém-se por tempo indeterminado 

 
A 22 de fevereiro, a Nova Zelândia foi fortemente atingido por um sismo de magnitude 6,3 que destruiu grande parte do centro de Chistchurch, onde seis mil casas ficaram destruídas e 185 pessoas morreram. O último sismo de maior magnitude no país, com magnitude 7,0 ocorreu no mês de setembro a nordeste de Gisborne na ilha do Norte.

 
A Nova Zelândia situa-se no designado Anel do Fogo do Pacífico, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica.
​​


Fontes


USGS
ABC
Público
Observador
Diário de Notícias

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


quarta-feira, 23 de Novembro de 2016
​Um sismo de magnitude 5,9 tornou a atingir ontem, dia 22, a Nova Zelândia. De acordo com o United States Geological Survey (USGS), o sismo ocorreu às 13:19 hora local (00:19 hora UTC), localizou-se a cerca de 119 km a S de Taradale, a 107,6 km a S de Hastings e a 81,3 km a ENE de Castlepoint, a cerca de 9,6 km de profundidade.  Este sismo surge uma semana após um sismo de magnitude 7,8 ter atingido região de Christchurch n...
terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016
​No dia 14 de fevereiro, à 12:13 (hora local, 00h13 UTC), ocorreu um sismo de magnitude 5.8 que afetou a região sul da Nova Zelândia. Segundo o European-Mediterranean Seismological Centre (EMSC), o sismo localizou-se a cerca de 18 km a NE de Christchurch, Nova Zelândia, a uma profundidade de 10 km.     Após apenas cinco anos do sismo de 22 de fevereiro (de 2011), que tirou a vida a pelo menos 185 pessoas e feriu milhares, este...
segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
O último balanço do número de vítimas mortais associadas ao sismo de magnitude 6.3 que, no passado dia 22 de Fevereiro (hora local, 21 de Fevereiro UTC), atingiu a Nova Zelândia é de pelo menos 148 mortos. No entanto, mais de 200 pessoas continuam desaparecidas. As estimativas apontam para que os danos rondem 15 biliões de dólares.   24-02-2011 O último balanço do número de vítimas mortais associadas ao sismo de magnitude 6.3 ...