Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Painéis ► em encontros nacionais

 

Referência Bibliográfica


TROTA, A., GASPAR, J.L., BRIOLE, P. (2001) - Application of GPS measurements to seismovolcanic monitoring: development of an observation network at S. Miguel island (The Azores). “2º Simpósio de Meteorologia e Geofísica da APMG”. Évora, 12 - 15 de Fevereiro (Poster).

Resumo


No âmbito do desenvolvimento do Sistema de Monitorização Vulcanológica dos Açores (SIMOVA), o Centro de Vulcanologia da Universidade dos Açores tem em curso um projecto destinado à aplicação da técnica GPS (Global Positioning System) ao estudo da deformação dos sistemas vulcânicos activos da ilha de S. Miguel, com o objectivo de se definir uma linha de referência para a interpretação de eventuais alterações decorrentes de processos vulcanotectónicos.
 
De modo a investigar-se a relação entre a tectónica local e cada um dos aparelhos vulcânicos definiram-se dois tipos de redes para a amostragem de dados: uma Rede do Tipo I, de carácter mais abrangente, dirigida para a análise da deformação entre os diferentes sistemas vulcânicos ao nível da ilha; várias Redes do Tipo V, de abrangência mais restrita, desenhadas para a identificação do estado de deformação dos sistemas vulcânicos enquanto entidades de características vulcanotectónicas bem individualizadas. Tal tipo de aproximação permite integrar os dados recolhidos no conjunto da informação multiparamétrica utilizada no domínio da vigilância sismovulcânica, para além de constituir uma importante base de trabalho para o desenvolvimento de estudos de âmbito regional.
 
Para a prossecução dos objectivos enunciados estabeleceram-se quatro fases distintas, baseadas na concretização das seguintes tarefas: (1) análise das condicionantes geológicas, técnicas e logísticas,  para a identificação e selecção dos pontos de amostragem; (2) concepção, execução e colocação de marcas geodésicas; (3) realização da campanha SMIGUEL2000, com uma duração aproximada de 4 semanas, envolvendo um total de seis receptores GPS; (4) processamento de dados com o software comercial SkiPro e Bernese.
 
No presente trabalho descrevem-se os tipos de marcas utilizadas, as metodologias adoptadas nas fases de amostragem e processamento de dados e as perspectivas da aplicação da técnica GPS à monitorização sismovulcânica nos Açores.

Observações


Anexos