Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Açores ► Ciência

Falha Loutraki - Plano de Falha (sofreu rotura superficial durante o sismo de 1981)
29-09-2011 10:20
Corinto, Grécia
Trabalho científico de investigadores do CVARG ganha prémio em encontro internacional

​Duas investigadoras do Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos participaram recentemente no "2nd INQUA-IGCP 567 International Workshop on Active Tectonics, Earthquake Geology, Archaeology and Engineering", um encontro que decorreu em Corinto (Grécia), entre os dias 19 e 24 de Setembro, sob a égide da International Union for Quaternary Research (INQUA-TERPRO, Paleossismologia e Tectónica Activa) e pelo International Geoscience Programme (IGCP-567, Earthquake Archaeology).

 

A Grécia situa-se no sector oriental do Mediterrâneo, correspondendo uma zona tectonicamente activa dominada pelo Arco Helénico. Trata-se de uma estrutura arqueada resultante da subducção da placa litosférica Africana sob a placa do Mar Egeu. A região de Corinto é caracterizada por sismicidade elevada, por vezes acompanhada de rotura superficial, como são exemplo os três eventos sísmicos de 1981 (Ms 6.7, 6.4, 6.3), com epicentro no Golfo de Corinto, responsáveis por elevada destruição.

 

A reunião contou com a presença de cerca de 120 investigadores de diferentes nacionalidades. A diversidade de trabalhos apresentados procurou abordar a necessidade de conjugar o conhecimento de uma diversa gama de disciplinas, como sendo a geologia, sismologia, paleossismologia, arqueologia, geofísica, geodesia e engenharia civil, no sentido de tornar mais sólida a informação necessária a uma análise rigorosa e consistenteda perigosidade sísmica, tão imprescindível na salvaguarda de estruturas vitais, de forma a evitar situações dramáticas como o recente caso de Fukushima, no Japão.

 

As investigadoras Rita Carmo e Ana Hipólito, do CVARG, apresentaram comunicações sobre os trabalhos de cartografia estrutural e análise paleossismológica em desenvolvimento no arquipélago dos Açores, focando-se essencialmente no estudo de duas estruturas activas presentes na área da Achada das Furnas, provavelmente responsáveis pela ocorrência de sismos importantes em período histórico, e na recente caracterização da neotectónica da ilha Graciosa. Esta última, intitulada Neotectonics of Graciosa Island (Azores) – Uncertainty in seismic hazard assessment in a volcanic area with variable slip-rates, foi nomeada com o prémio de melhor comunicação em poster.

 

Além das palestras e lições temáticas, o workshop contou com diversas saídas de campo de importante interesse científico, que permitiram um acompanhamento de perto dos trabalhos de paleossismologia e análise da perigosidade sísmica em desenvolvimento naquela área, incluindo a prática de recentes técnicas de geofísica, imprescindíveis à análise do potencial sísmico de estruturas tectónicas, passíveis de virem a ser implementadas no nosso arquipélago, no âmbito da avaliação da perigosidade sísmica para efeitos de planeamento territorial.

 

A missão foi financiada pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, no âmbito do subsídio anual de apoio à participação em Congressos para bolseiros de doutoramento.



Fontes


Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos

Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas