Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Mundo ► Ciência

Esboço dos limites do novo continente Zelândia (Imagem de GNS Science in The Guardian)
17-02-2017 11:50
Nova Zelândia
Estudo revela a existência de um “novo” continente chamado Zelândia

​Um novo estudo realizado por investigadores das Universidades de Wellington (Nova Zelândia) e de Sydney (Austrália), bem como do Serviço Geológico da Nova Caledónia, anuncia a existência de um “novo” continente, chamado de “Zelândia”.

De acordo com o estudo publicado no boletim da Geological Society of America, este “novo” continente compreende 4,9 milhões de quilómetros quadrados, e localiza-se no Sudoeste do Oceano Pacífico. A Nova Zelândia, a Nova Caledónia, juntamente com vários outros territórios e grupos insulares fazem parte da massa continental, agora designada como o sétimo continente.

Segundo os cientistas, em tempos este continente integrou o supercontinente Gondwana, formado à cerca de 200 milhões de anos durante o período Jurássico Superior, no qual também integrava os atuais territórios da Antártida, América do Sul, África, Madagáscar, Índia, Seicheles, Austrália, Nova Guiné, Nova Zelândia e Nova Caledónia. 

A crosta terrestre pode ser dividida em continental e oceânica, e em 14 grandes placas tectónicas. O estudo da deriva continental e das características do terreno permite, hoje com muito maior exatidão do que há meio século atrás, sinalizar as fronteiras que permitem confirmar que não se trata apenas de um grupo de ilhas continentais e fragmentos de terra, mas da existência de um continente. Embora cerca de 94% da Zelândia esteja submerso, possui todas as características que permitem atribuir-lhe esse atributo, nomeadamente, batimetria elevada em relação à crosta oceânica circundante, diversos tipos de rochas ricas em sílica, e uma estrutura de crosta espessa e de relativa baixa velocidade. Esta região não está agrupada à placa da Austrália, existindo uma passagem de mar conhecida como Cato Trough que separa os dois lugares por aproximadamente 25 km.

A Nova Zelândia, com uma área à superfície de cerca de 268 680 km2, é quase três vezes maior do que Portugal, no entanto parece diminuta relativamente à massiva vizinha Austrália que por sua vez possui uma área de 7 692 000 km2. Com esta nova descoberta, na realidade a Nova Zelândia representa apenas a cabeça de um gigante adormecido.


Fontes


Diário de Notícias
CNN
Science Alert
Revista Galileu
The Guardian

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
​Um sismo de magnitude 7,0 atingiu na noite de ontem, dia 19 de novembro, as Ilhas Lealdade na Nova Caledónia, arquipélago francês situado no Pacífico Sul. De acordo com o United States Geological Centre (USGS), o sismo ocorreu às 22:43 hora UTC (09:43 hora local do dia 20), localizou-se no mar a 241 km a ENE de Mont-Dore, a 154 km a ESE de Wé e 86 km a ENE de Tadine, a cerca de 10 km de profundidade. Inicialmente relatado ...
sexta-feira, 2 de Dezembro de 2016
De acordo com o GeoNet, o serviço de informação oficial sobre perigos geológicos da Nova Zelândia, no dia 28 do passado mês de novembro ocorreu uma erupção hidrotermal de pequena intensidade no Lago Rotorua, localizado na caldeira com o mesmo nome, na Ilha do Norte. Os habitantes descreveram nas notícias a formação de um geyser que atingiu cerca de 20-30 metros de altura acima da superfície do lago.   Entretanto, no dia 30 do ...
quarta-feira, 23 de Novembro de 2016
​Um sismo de magnitude 5,9 tornou a atingir ontem, dia 22, a Nova Zelândia. De acordo com o United States Geological Survey (USGS), o sismo ocorreu às 13:19 hora local (00:19 hora UTC), localizou-se a cerca de 119 km a S de Taradale, a 107,6 km a S de Hastings e a 81,3 km a ENE de Castlepoint, a cerca de 9,6 km de profundidade.  Este sismo surge uma semana após um sismo de magnitude 7,8 ter atingido região de Christchurch n...
segunda-feira, 14 de Novembro de 2016
​Pelo menos duas pessoas morreram na sequência de um sismo de magnitude 7,8 que atingiu no domingo a Nova Zelândia. De acordo com o United States Geological Survey (USGS), o sismo ocorreu às 00:02 hora local do dia 14 (11:02 hora UTC do dia 13), localizou-se a cerca de 93,5 km a NNE de Christchurch, 77,7 km a NNE de Kaiapoi e a 53,5 km a NNE de Amberley, todas na Nova Zelândia, a cerca de 23 km de profundidade.   De acordo com...
quinta-feira, 12 de Maio de 2016
Uma equipa de cientistas do GNS Science realizou, no dia 10 de maio, dois voos sobre o vulcão Mount Ruapehu, Nova Zelândia, para medir as emissões de gases e efetuar amostragens da água do lago da cratera, que permitiram confirmar a reativação do sistema vulcânico. Com efeito, detetou-se um incremento de libertação de gases, nomeadamente de dióxido de carbono e de dióxido de enxofre.   No que respeita a atividade sísmica, cont...
segunda-feira, 9 de Maio de 2016
Nos últimos dias, o vulcão Mount Ruapehu tem mostrado indícios de atividade. Com efeito, nos dias 25 e 26 de abril registou-se um incremento na sismicidade de origem vulcânica, com eventos localizados sob o lago da cratera (Crater Lake). No dia 3 de maio verificou-se um declínio da sismicidade, quer na magnitude quer na frequência dos eventos, e a temperatura da água do lago atingiu os 42ºC. Desde então, a temperatura do lago ...
quinta-feira, 28 de Abril de 2016
Foi elevado o nível de alerta vulcânico da Ilha Branca, localizada na baia de Plenty, Nova Zelândia, depois de se ter registado uma erupção na passada noite. De acordo com a GNS Science, a erupção foi acompanhada por atividade sísmica e depositou material na base e na parede norte da cratera.    Segundo cientistas do GeoNet, o nível de água do lago existente na cratera diminuiu significativamente ao longo das últimas seman...
terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016
​No dia 14 de fevereiro, à 12:13 (hora local, 00h13 UTC), ocorreu um sismo de magnitude 5.8 que afetou a região sul da Nova Zelândia. Segundo o European-Mediterranean Seismological Centre (EMSC), o sismo localizou-se a cerca de 18 km a NE de Christchurch, Nova Zelândia, a uma profundidade de 10 km.     Após apenas cinco anos do sismo de 22 de fevereiro (de 2011), que tirou a vida a pelo menos 185 pessoas e feriu milhares, este...
quarta-feira, 14 de Outubro de 2015
​​De acordo com a GNS Science, a recente monitorização realizada na Ilha Branca, situada na baía de Plenty a norte da Nova Zelândia, indica um aumento da actividade vulcânica.Cientistas do GNS Science mediram um incremento de dióxido de carbono (CO2) emitido pelo vulcão no dia 1 de outubro, que indicou um aumento da temperatura para 170ºC. Essas mudanças subtis coincidem também com a presença de sismos de origem vulcano-tectón...
quarta-feira, 21 de Novembro de 2012
​O vulcão Monte Tongariro, no norte da Nova Zelândia, entrou hoje em erupção. O Instituto de Sismologia da Nova Zelândia (GNS Science) emitiu um alerta às 13:25 (23:25, nos Açores) quando o vulcão começou a expelir cinza, o que levou ao cancelamento de voos.   O vulcão Monte Tongariro já havia acordado em Agosto do corrente ano, depois de 115 anos inactivo, e é um dos três vulcões no Parque Nacional de Tongariro, popular desti...
domingo, 12 de Agosto de 2012
​No dia 10 de Agosto, um avião militar avistou pedra pomes a flutuar cerca de 160 km a SW da ilha Raoul (ilhas Kermadec, a NNE da North Island da Nova Zelândia), ao longo de cerca de 26000 km2.   A bordo de um barco da marinha, cientistas do GNS Science colheram amostras e informaram que a pedra pomes pode ter sido originada por uma erupção submarina, tal como o vulcão submarino activo Monowai, localizado no Arco Kermadec, exc...
terça-feira, 7 de Agosto de 2012
No dia 6 de Agosto, por volta das 23:50 (hora local), ocorreu uma erupção freática de pequena magnitude no Vulcão Tongariro, Nova Zelândia. Segundo comunicado do GNS Science, o episódio vulcânico centrou-se na zona das crateras Te Mari, registando-se a queda de cinzas, e foi acompanhado de actividade sísmica. Os últimos comunicados informam que a erupção terá atenuado, tendo as últimas observações verificado a presença de nuve...
segunda-feira, 6 de Agosto de 2012
​Nos últimos dias tem-se verificado um incremento de actividade num vulcão de White Island, ilha localizada ao largo de Whakatane, Nova Zelândia. Segundo comunicado da GNS Science, nos dias 27 e 28 de Julho verificou-se um aumento do nível da água do lago da Crater Lake, de 3 para 5 metros.  Desde então tem-se registado um aumento da quantidade de gases sulfurosos e de períodos de tremor vulcânico. A câmara de vigilância para ...
segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
O último balanço do número de vítimas mortais associadas ao sismo de magnitude 6.3 que, no passado dia 22 de Fevereiro (hora local, 21 de Fevereiro UTC), atingiu a Nova Zelândia é de pelo menos 148 mortos. No entanto, mais de 200 pessoas continuam desaparecidas. As estimativas apontam para que os danos rondem 15 biliões de dólares.   24-02-2011 O último balanço do número de vítimas mortais associadas ao sismo de magnitude 6.3 ...