Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:
  • Atividade sísmica no arquipélago dos Açores encontra-se, em geral, dentro dos níveis normais de referência



Missões ► Internacionais

Vulcão do Fogo, Cabo Verde (Foto: Vittorio Zanon)

Missão científica aos arquipélagos de Cabo Verde e Canárias no âmbito do projeto MARES
Cabo Verde e Canárias

12-06-2017
 
21-06-2017


​Os investigadores Fátima Viveiros e Vittorio Zanon do Instituto de Investigação em Vulcanologia e Avaliação de Riscos (IVAR), em conjunto com o investigador francês Patrick Allard do Institut de Physique du Globe de Paris (IPGP), participaram numa missão científica às ilhas do Fogo (Cabo Verde) e Tenerife (Canárias, Espanha), entre os dias 12 e 21 de junho. As atividades desenvolvidas centraram-se essencialmente nos vulcões ativos Fogo (ilha do Fogo) e Teide (Tenerife). Na ilha do Fogo os investigadores tiveram oportunidade de presenciar a reconstrução de grande parte da zona afetada pela erupção vulcânica que afetou a zona de Chã das Caldeiras em 2014-2015. Desde 2004 que o vulcão Teide tem sido palco de alguns episódios de atividade sísmica anómala, tendo a última crise que afetou este sistema vulcânico ocorrido em outubro de 2016.
 
A recente missão científica foi realizada no âmbito do projeto de investigação MARES - “Magma Reservoirs at Oceanic Islands”, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), e teve como principal objetivo a amostragem de gases vulcânicos libertados nos campos fumarólicos dos vulcões Fogo (Cabo Verde) e Teide (Canárias), assim como a recolha de rochas vulcânicas primitivas de varias áreas destes vulcões. A recolha de gases vulcânicos nas crateras destes vulcões ativos ocorreu a altitudes compreendidas entre 2800 m e 3700 m, respetivamente para os vulcões Fogo e Teide, e segundo a investigadora Fátima Viveiros constituiu um desafio ganho pela equipa envolvida e possibilitará estabelecer comparações com os vulcões açorianos, monitorizados de forma regular pelos investigadores do IVAR/CIVISA.
 
De acordo com Vittorio Zanon, investigador responsável do projeto MARES, os dados obtidos serão analisados quer nos laboratórios do IVAR, quer em laboratórios franceses e italianos, e irão permitir em primeiro lugar uma comparação das condições de desgaseificação dos principais vulcões da Região da Macaronésia (incluindo também os vulcões de Água de Pau e Furnas em São Miguel, e o vulcão do Pico, ilha do Pico), assim como conhecer os diferentes processos magmáticos que atuam nos reservatórios destes vulcões. Adicionalmente, este estudo pretende caracterizar as condições de origem e ascensão dos magmas basálticos e as áreas de armazenamento, desenvolvendo um modelo conceptual do magmatismo que caracteriza os arquipélagos das Canárias, Cabo Verde e Açores, relacionando-o com os diferentes contextos geodinâmicos do Atlântico Norte

Anexos


Comité Científico


Comité Organizador


Coordenação


Unidades Científicas


Unidades Científicas Operacionais