Iniciar sessão

Navegar para Cima
Instituto de Investigação
em Vulcanologia e Avaliação de Riscos
Última hora:



Conferências ► Internacionais

Península de Kamchatka (Rússia)

XI Workshop de Gases Vulcânicos - Península de Kamchatka (Rússia)
Rússia

01-09-2011
 
10-09-2011


 XI Workshop de Gases Vulcânicos que decorreu na Península de Kamchatka (Rússia) entre os dias 1 e 10 de Setembro organizado pela Comissão de Química de Gases Vulcânicos da Associação Internacional de Vulcanologia e Química do Interior da Terra (CCVG - IAVCEI), pelo Instituto de Vulcanologia e Geofísica da Academia Rússia de Ciências e pelo Observatório do Carbono (Deep Carbon Observatory).
 
A Península de Kamchatka fica situada no designado “Anel de Fogo” do Pacífico e possui cerca de 30 vulcões centrais activos e centenas de cones vulcânicos monogenéticos. Actualmente, encontram-se em erupção três vulcões da Península de Kamchatka e os materiais por eles emitidos interferem, por vezes, com o tráfego aéreo na região.
 
O workshop contou com a presença de 45 investigadores de 14 nacionalidades e os trabalhos contaram, não só com palestras em que foram apresentados os trabalhos mais recentes sobre técnicas de monitorização em sistemas vulcânicos, quer ao nível de amostragens directas quer de técnicas de detecção remota, mas também com a realização de trabalhos de campo em dois vulcões activos na parte SE da Península, os vulcões Gorely e Mutnovski. A actividade vulcânica mais recente do Vulcão Gorely data de 1986 e foi de carácter explosivo. A última erupção com presença de lava no Vulcão Mutnovski ocorreu em 1848, contudo são comuns erupções freáticas neste vulcão, tendo a mais recente ocorrido em Abril de 2007.
 
As investigadoras Fátima Viveiros e Catarina Silva, do Grupo de Geoquímica de Gases do CVARG, apresentaram trabalhos sobre a desgaseificação de dióxido de carbono (CO2) e de radão no Vulcão das Furnas (ilha de S. Miguel), salientando a sua importância em termos de monitorização sismovulcânica, detecção de falhas activas e na avaliação do perigo em termos de saúde pública.
 
Adicionalmente, e utilizando equipamento da Universidade dos Açores para resposta a situações de emergência, as referidas investigadoras participaram nas amostragens efectuadas em termos de desgaseificação difusa, nomeadamente da medição de fluxo de CO2 e temperatura do solo nos campos fumarólicos da cratera do Vulcão Mutnovski e na central geotérmica localizada no flanco do vulcão. As medições efectuadas permitem comparar técnicas utilizadas por diferentes grupos de investigação e revestem-se de importante interesse científico ao permitir estimar o fluxo de CO2 emitido na zona e calcular o potencial de energia térmica libertada. Os resultados obtidos poderão ser alvo de publicação em revistas internacionais e serão cedidos aos investigadores locais para que possam servir de linha de base para identificar precursores de actividade vulcânica.
 
A missão foi apoiada pela Direcção Regional da Ciência, Tecnologia e Comunicações, do Governo Regional, no âmbito do apoio à participação de Bolseiros em Reuniões Científicas em Portugal e no Estrangeiro (PICTI - Medida 03.2.1, FRCT).

Anexos


Comité Científico


Comité Organizador


Coordenação


Unidades Científicas


Unidades Científicas Operacionais